Rão Kyao

Partiu do jazz, cedo chegou ao fado e daí atirou-se ao mundo, ao Oriente e a África, tornando-se um verdadeiro embaixador da alma portuguesa nos mais importantes palcos globais. A carreira de Rão Kyao está repleta de triunfos, de aplausos, de grandes encontros e de muitos discos, os marcos que foi deixando num caminho que vai longo.

E ao longo desse caminho, Rão Kyao afirmou-se como o mais universal dos músicos portugueses, construindo não apenas uma discografia repleta desses momentos de diálogo com artistas internacionais, trazendo efetivamente o mundo para Portugal, mas levando também Portugal para o mundo, ao tomar o fado, hoje património imaterial da humanidade, como uma das mais vincadas inspirações da sua música.

Rão continua a trabalhar com intensidade – acabou de editar mundialmente através do selo da Galileo, o álbum Ghandi, uma homenagem ao ativista indiano e prepara uma digressão e um álbum com a NOPO Orchestra, um projeto que lidera com o norueguês Karl Seglem e com o português Francisco Sales aos quais se juntam mais 4 músicos de ambas as nacionalidades. Um misto de ideias criativas que se apoiam nas tradições portuguesa e nórdica, que se estreia ao vivo em novembro deste ano em várias cidades, no âmbito do Misty Fest.

Concertos Relacionados