Rão Kyao – Gandhi, O Novo Álbum, Lançado Mundialmente

GANDHI (Um português homenageia Gandhi) foi lançado mundialmente a 14 de maio pela editora alemã Galileo Music.

Músicos: Rão Kyao – Flautas de Bambu | Ruca Rebordão – Percussão | Toni Lago Pinto – Guitarra Clássica e Braguesa Bernardo Couto – Guitarra Portuguesa | Carlos Lopes Acordeão | Renato Silva Júnior – Harmónio e Teclados | Participação especial do Coro Cantar Glória (Carcavelos) – António Louzeiro, José Manuel Bastos, Luiz Santos, Dulce Thudichum, Fernanda Carrapatoso, Maria José Serra, Maria Fernanda Robalo, Maria Olívia Alves.

RÃO KYAO TEM UM NOVO ÁLBUM E GANDHI ESTÁ NELE

Igual e diferente. É assim Rão Kyao em 2021. Inalterável porque a matriz identitária da sua arte é singular, perene, apenas dele próprio. Renovado porque existem novos elementos a adicionar ao que dele já se conhecia. Em março foi lançado o single “Respeito Pela Natureza”. Agora aí está o álbum Gandhi – Um Português Homenageia Gandhi que mostra um ser humano ambientalista, ligado à espiritualidade e um humanista, capaz de reconhecer o legado futurista, global e pacifista do líder indiano Mahatma Gandhi (1986-1948). Mas há também um músico, um compositor e flautista na posse de todos os seus recursos, que propõe uma música que respira tanto de universalidade como de portugalidade.

É um álbum temático, orgânico, feito para ser experienciado em casa ou ao vivo, que tanto pode agradar aos admiradores fiéis, como abrir portas para uma nova geração que se revê na música e valores que difunde. Em “Respeito Pela Natureza” apela-se ao sentido ecológico de Gandhi, enquanto “Deus é Amor”, é uma reflexão mística que culmina com aquela frase que nos unifica. Em “Regresso às origens” apela-se à autossuficiência e ao espírito de independência e em “Paz é o caminho” recorda-se, como dizia Gandhi, que “não há caminhos para a paz’. A paz é o caminho.”

O tema “Misericórdia” alude ao ponto fundamental da sua sabedoria religiosa, enquanto “Sathya Graha”, dá ênfase à filosofia do amor e da não-violência que sempre guiaram Gandhi e que acabaria por conduzir ao afastamento dos ingleses. Um dia o líder Martin Luther King afirmou: “Cristo é a mensagem. Gandhi é o método.”

Em “Marcha do Sal” evoca-se a caminhada até às salinas, organizada por Gandhi, e que juntou uma multidão em prol do direito ao sal, enquanto que o tema “Independência” refere-se ao ano de libertação, em 1947. “Vaishnav jan to tene Kahiye je” é um tema muito amado por Gandhi, sobre as opções da humanidade, tendo-se tornado ao longo dos anos num hino que todos conhecem na Índia.

O tema final, “Mahatma”, na sua tradução literal significa Grande Alma, sobrenome atribuído a Gandhi pelo povo indiano